Skip to content

Rede Municipal: pronta para receber candidatos ao ENEM 2010

05/11/2010

Está tudo pronto nas 12 Escolas da Rede Municipal para receber os candidatos ao Exame Nacional de Ensino Médio – Enem 2010, a ser realizado no próximo fim de semana, dias 06 e 07. Ao todo são 29 unidades escolares a sediarem o Enem 2010 em Anápolis. As provas serão aplicadas a 10.683 estudantes, nas áreas de português, matemática, ciências e ciências humanas, cada uma com 45 questões, além de redação dissertativa. O Exame Nacional de Ensino Médio é realizado para verificação do rendimento escolar dos alunos e dos professores da rede pública; e será usado também para certificação de conclusão do ensino médio de jovens e adultos, em substituição ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos – Encceja. Das 29 escolas relacionadas para receber os estudantes, apenas uma – o Colégio Estadual Professor Faustino – receberá os candidatos com necessidades especiais. Locais de provas 01. Escola Municipal Afonsina Mendes do Carmo 02. Escola Municipal Deputado José de Assis 03. Escola Municipal Maria Elizabeth Camelo Lisboa 04. Escola Municipal Clóvis Guerra 05. Escola Municipal Elzira Balduíno Municipal 06. Escola Municipal Rosevir Ribeiro de Paiva 07. Escola Municipal Professor Ernst Heeger 08. Escola Municipal Raymundo Paulo Hargreaves 09. Escola Municipal Pedro Ludovico Teixeira 10. Escola Municipal Lions Anhanguera 11. Escola Municipal Manoel Gonçalves da Cruz 12. Escola Municipal Dona Alexandrina 13. Colégio Estadual Senador Onofre Quinan 14. Colégio Estadual Lions Melchior de Araújo 15. Colégio Estadual Padre Trindade 16. Colégio Estadual Maria Aparecida Alves 17. Colégio Estadual Jad Salomão 18. Colégio Estadual Durval Nunes da Mata 19. Colégio Estadual Professor Faustino 20. Colégio Estadual José Ludovico de Almeida 21. Colégio Estadual Plínio Jaime 22. Colégio Estadual Antesina Santana 23. Colégio Estadual Dr. Genserico Gonzaga Jaime 24. Colégio Estadual Arlindo Costa 25. Colégio Polivalente Gabriel Issa 26. C.E.J.A – Professor Elias Chadud 27. Escola da Polícia Militar – Unidade Dr. César Toledo 28. Colégio Delta – Método Empreendimentos Educacionais Ltda. 29. Centro Integrado de Ensino Ltda (Inesul)

Contra a Hepatite B

27/10/2010

A Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria Municipal de Educação desenvolve um trabalho de conscientização acerca da hepatite B.

Além de trabalhar o assunto em sala de aula, os professores ainda incentivam os alunos a procurarem os postos de saúde e solicitar a vacinação contra a hepatite B.

A Diretora de Ensino esclarece que a conscientização de todos é muito importante para evitar a proliferação do mal, que hoje atinge mais de 50% d população mundial.

Provocada pelo vírus VHB, descoberto em 1965, é a mais perigosa das hepatites e uma das doenças mais frequentes do mundo, estimando-se que existam 350 milhões de portadores crônicos do vírus, que correm o risco de desenvolver doenças hepáticas graves, como a cirrose e o cancro no fígado, patologias responsáveis pela morte de um milhão de pessoas por ano em todo o planeta.  O vírus é transmitido através do contacto com o sangue e fluidos corporais de uma pessoa infectada.

O vírus da , da mesma forma que o vírus da imunodeficiência humana (VIH), que provoca a Sida, só que o vírus da hepatite B é 50 a 100 vezes mais infeccioso do que o VIH

O vírus da hepatite B, é 50 a 100 vezes mais infeccioso do que o vírus da AIDS, mas pode ser prevenido através da vacina que tem eficácia de 95 por cento.  Daí o empenho da SEMED em divulgar junto aos professores e alunos a idéia da imunização através da vacina específica.

Assessoria de Comunicação – SEMED

EJA recebe novas matrículas

27/10/2010

A Prefeitura de Anápolis, através da Secretaria Municipal de Educação, anuncia que várias escolas da rede municipal estão recebendo as matrículas dos candidatos ao curso da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

O curso é feito no período noturno e totalmente isento de taxas.

As matrículas podem ser feitas de 2ª a 5ª feira na escola onde o aluno pretende estudar.

 

EM Alfredo Jacomossi (Vila Norte)

EM Lions Anhangüera (Vila Formosa)

EM Clóvis Guerra (Vila Jaiara)

EM Comendador Miguel Pedreiro (Vila Jaiara)

EM Cora Coralina (Vivian Parque)

EM Deputado José de Assis (Bairro de Lourdes)

EM Dona Alexandrina (Vila Alexandrina)

EM João Beze (Bairro Boa Vista)

EM Lindolfo Pereira da Silva (Vila Harmonia)

EM Manoel Gonçalves da Cruz (Jardim das Américas)

EM Maria Elizabete Camelo Lisboa (Conjunto Filostro Machado)

EM Pedro Nunes Moreira (Bairro Polocentro II)

EM Pedro Ludovico Teixeira (Vila Jaiara)

EM Raymundo Paulo Hargreaves (Bairro Santo Antonio)

EM Realino José de Oliveira (Setor Jandaia)

EM Rosevir Ribeiro de Paiva (Jardim Gonçalves)

EM Betesda Primavera (Jardim Primavera)

EM Betesda Esperança (Jardim Esperança)

Assessoria de Comunicação – SEMED

Escolas apresentam em exposição o resultado do trabalho anual

27/10/2010

As Escolas Municipais Realino José de Oliveira (Setor Jandaia) e Desembargador Air Borges de Almeida (Recanto do Sol) se esmeraram na organização do evento institucional “Educação para a Vida”, montando suas exposições com os trabalhos produzidos pelos alunos durante todo o ano.

As professoras da escola Air Borges de Almeida destacaram a preservação da natureza, o combate ao tabagismo, folclore, a Bíblia Sagrada, a literatura, entre outros temas.

A equipe da Escola Realino José de Oliveira também se empenhou em produzir o melhor juntamente com os alunos e o resultado foi fascinante: além do aprendizado obtido para a vida inteira, conseguiu com que alunos, pais e a comunidade escolar se conscientizassem ainda mais acerca da sua participação nas ações que resultarão na melhoria da qualidade de vida para todos.

As exposições foram registradas pelos professores e pelos alunos.

Assessoria de Comunicação – SEMED

Escola leva escritora anapolina para debate com alunos

27/10/2010

A Prefeitura Municipal através da Secretaria de Educação incentiva as Unidades Escolares a valorizarem os poetas da terra, trabalhando seus livros na sala de aula. A Escola Municipal Afonsina Mendes do Carmo (Bairro São João) aderiu à sugestão.

As professoras da quarta série do turno vespertino adotaram o livro “Barbarela Beija-Flor” para trabalhar o meio ambiente. Em sala de aula o livro foi lido, analisado, debatido e discutido minuciosamente. Os estudantes puderam  captaram a mensagem que incentiva a preservação do meio ambiente – das matas ciliares, dos rios, das florestas, dos animais silvestres; o livro, enfim, trata da biodiversidade ao contar a história de um fazendeiro que coloca fogo na mata, obrigando o beija-flor e sua ninhada a sair correndo para garantir a sobrevivência. Ele denuncia o fato e o IBAMA multa o inconseqüente.

O gancho apresentado pelo livro fez com que os alunos também conhecessem a atuação do órgão fiscalizador do Meio Ambiente.

O sucesso do trabalho foi tanto que a Escola convidou a escritora para estar com os alunos que recontaram a história. Natalina Fernandes foi até a escola na sexta feira, 23, e os alunos fizeram festa com ela. “Eles me abraçaram, indagaram sobre como é escrever, pediram até autógrafo”, disse a entusiasmada escritora. Ela exalta a iniciativa e diz que isto deve ser feito com relação a outros autores da cidade. “È muito importante para que os nossos alunos conheçam os nossos escritores e a sua mensagem para a cidade, para o planeta terra, para o cosmos”.

Ela disse que estas iniciativas despertam as crianças para a leitura e para descobrir o talento escondido. A Escola Estadual Helena Nasser também convidou a escritora para um encontro com os alunos.

Assessoria de Comunicação – SEMED

A escritora Natalina Fernandes em companhia com a também escritora Dona Loló

Encontro de Professores que trabalham a deficiência intelectual

14/10/2010

A Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Educação está anunciando a realização, no dia 22 próximo, do III Encontro de Professores da Rede Municipal que tenham em sua sala alunos com deficiência intelectual e que recebem Atendimento Educacional Especializado (AEE) na APAE.

Este encontro terá como tema “A produção textual dentro de um contexto sócio-histórico”. Oficinas práticas do primeiro ao quinto anos serão realizadas para introduzir o professor na prática da educação com alunos deficientes, visando sua inclusão social.Nestes encontros, os professores que lidam com a deficiência intelectual são orientados a agir de modo a descobrir quais são os obstáculos que o aluno enfrenta para aprender, e descobrir também quais as barreiras que eles têm es tem para ensinar. Especialistas na área diagnosticam três principais dificuldades enfrentadas por estes alunos: falta de concentração, entraves na comunicação e na interação e menor capacidade para entender a lógica de funcionamento das línguas, por não compreender a representação escrita ou necessitar de um sistema de aprendizado diferente. Mais sobre a deficiência intelectual Em 2004, por recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU), o termo “deficiência intelectual” substituiu o termo “deficiência mental”, para evitar confusões com “doença mental”.

A doença mental é um estado patológico de pessoas que tem o intelecto igual da média, mas que, por algum problema, acabam temporariamente sem usá-lo em sua capacidade plena; já a deficiência intelectual trata-se de um funcionamento intelectual inferior à média (QI), associado a limitações. Inúmeras e complexas são as causas que geram a deficiência intelectual, entre elas fatores genéticos, como a síndrome de Down; e ambientais, como os decorrentes de infecções e uso de drogas na gravidez, dificuldades no parto, prematuridade, meningite e traumas cranianos.

A deficiência intelectual é um problema de diagnóstico considerado pelos especialistas como “muito difícil”. Em países desenvolvidos, a deficiência intelectual em 42% dos casos não apresenta “pistas” da origem. Já 29% dos casos são claramente de origem genética, 19% provavelmente de origem genética e 10% de origem ambiental.

Assessoria de Comunicação – SEMED

Prefeito e secretária de Educação saúdam o professor pelo seu dia

14/10/2010

O prefeito Antônio Gomide e a professora Virgínia Melo, encaminharam uma mensagem a todos os professores da rede municipal saudando-os pelo Dia do Professor, celebrado em 15 de outubro. O prefeito e a secretária exaltam o trabalho do professorado, qualificando-o de “extraordinário na construção do futuro da nossa cidade”. Ressaltam que “por intermédio dos nossos professores, uma nova geração de anapolinos e brasileiros é formada, numa construção diária e repleta de desafios. E somente com compromisso e ética e uma atuação impecável, é possível vislumbrar cada vez mais esperança nos nossos dias”.Os signatários da mensagem enumeram também os benefícios proporcionados pela Administração Municipal, “com a finalidade de construir, nesta luta diária, a formação educacional, cívica, social e cultural dos nossos jovens”. Entre outros benefícios, destacam os cursos de aperfeiçoamento destinado aos mestres, a conquista do Plano de Cargos e Salários, e a melhoria das escolas e seu aparelhamento, visando melhorar as condições de trabalho para que o professor tenha um bom desempenho no exercício da profissão.

Assessoria de Comunicação – SEMED