Skip to content

Usuários do transporte coletivo se surpreendem com o Projeto experimental de leitura e já tomaram 800 livros por empréstimo

29/03/2010

A diretora da Biblioteca Municipal, professora Natalina Fernandes, se manifesta entusiasmada com a perspectiva de sucesso do Projeto Experimental de Leitura, aberto na quinta feira, 26, nas dependências do Terminal Urbano de passageiros, com as presenças da secretária de Educação, professora Virgínia Melo, e do diretor de Cultura, professor Augusto Almeida.

Em dois dias, cerca de 800 livros e revistas foram levados pelos usuários do transporte coletivo, com a recomendação de que os livros sejam devolvidos, sendo recolocados na estante do Projeto Experimental, no Terminal Urano, par que outras pessoas também possam usufruir, tomando os mesmos por empréstimo. “A prateleira instalada no terminal ficou vazia menos de 24 horas depois da solenidade de abertura do projeto”, afirmou Natalina Fernandes, salientando que foi feita a reposição com igual número de livros (cerca de 400).

Esvaziada no final de semana, a estante foi novamente abastecida nesta segunda feira ela manhã. “Escolhemos o lugar certo para começar o projeto”, disse a diretora da Biblioteca, salientando que a procura iniciou desde o momento em que sua equipe preparava as estantes para o lançamento do projeto, com o empréstimo de cerca de 60 livros. A diretora da Biblioteca acredita que ainda dispõe de livros para abastecer o projeto por cerca de 20 a 30 dias até as pessoas começarem as devoluções.

“Muitas pessoas não têm o costume de ler e, por isso, leem vagarosamente, daí acreditarmos que as devoluções começarão alguns dias depois”. Sobre o lançamento do Projeto Experimental de Leitura, a diretora da Biblioteca Municipal disse que foi “emocionante, uma verdadeira festa! As pessoas não acreditavam no que estavam vendo! Três pessoas nos procuraram para fazer doações; muitos fizeram perguntas querendo saber se poderiam levar mais de um livro, outras queriam preencher ficha, saber a data da devolução, essas coisas”, salienta.

A secretária Virgínia Melo compareceu ao evento e disse da importância da iniciativa. Simpatizante do projeto, o diretor de Cultura Augusto Almeida propôs parceria; Roberto Brenner se apresentou cantando músicas que exaltam a cidade; Mery Schetini doou alguns livros novos em nome da União Literária Anapolina – ULA; escritor Délio Pereira da Cruz contou um “Causo”; e a Escola Municipal Clóvis Guerra, participou do evento com a presença de alguns alunos que declamaram poesias e ainda levaram alguns livros por empréstimo.

Fonte: Assessoria de Comunicação/SEMECT

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: