Skip to content

Olimpíada de Língua Portuguesa abre veia poética dos alunos

17/03/2010

 

A Escola Municipal João Beze, localizada no Bairro Boa Vista, lançou o Projeto Olimpíada de Língua Portuguesa. De origem do governo federal, o projeto visa despertar no aluno o prazer pela leitura e pela escrita.
As professoras Fabiane Neres de Brito Moreira e Arlene Isaac Dutra Madureira, do Departamento Pedagógico da Secretaria Municipal de Educação Ciência e Tecnologia, estiveram na escola para proceder ao lançamento. “Foi um momento ímpar”, declara a professora Fabiane, revelando que já no primeiro dia da Olimpíada, as crianças mostraram sua veia poética.
A poetisa Marli Braga participou da abertura da Olimpíada de Língua Portuguesa, na condição de convidada ilustre. Mediante a apresentação de uma de suas obras, os alunos tiveram inspiração para produzir trabalhos literários. Orientados pela professora Cleide Ribeiro, os alunos do 5°ano produziram belos trabalhos.
A Semect parabeniza todos os alunos, e os demais componentes da equipe escolar da “João Beze”: a professora Cleide, a gestora Elienai, as coordenadoras Juliana, Eugenia, Rosa e o palhaço “Pum”.
Transcrevemos para brindar os leitores deste blog os poemas de quatro alunos da Escola, inspirados pelo “Caminho das Margaridas”, de Marli Braga.

O Cravo
Aluno: Eric da Cruz Jong A. Figueira
 
O cravo estava triste
Ele chorava, chorava
Do Lírio tinha inveja
E feio se achava.
 
O Lírio era seu vizinho
Eles moravam em um jardim
Cravo gostava de uma flor
Que se chamava Jasmim.
 
Jasmim disse ao Cravo
Para feio não se achar
Que dele ela gostava
E ele começou a festejar.
 
O Cravo estava feliz
Ele sorria e pulava
Do Lírio não tinha inveja
E bonito se achava.
 
**
O Cravo e a Rosa
Alunas: Ana Luíza R. e Camila
 
O Cravo amava a Rosa
Mas a Rosa não o amava
O Cravo só fazia poesia
E a Rosa nem ligava
O cravo sofria, sofria…
E a Rosa sorria, sorria…
 
Coitadinho do cravo, tão solitário,
Que pena da Rosa, tão amorosa
O Cravo só comia amora
E a Rosa só gueiroba
O cravo sofria, sofria…
E a Rosa sorria, sorria…
 
O Cravo desistiu
E a Rosa não resistiu
O cravo encontrou quem queria
E a Rosa não desistia
O cravo sofria, sofria…
E a Rosa sorria, sorria…
 
A Rosa ficou doente
O cravo foi visitar
A Rosa fez um pedido
Queria o amar
O Cravo sorria, sorria…
E a Rosa só queria alegria.
 
**
O menino e o girassol
Aluno Paulo Vítor
 
O sol vai girando
E o girassol também virava
 
Mas um menino abençoado
Não deixava ele virado
 
O girassol virava
E o menino lá estava
O coitadinho do girassol
Não conseguia acompanhar o sol
Toda vez que ele virava
O menino lá estava
 
Coitadinho do girassol
Virava e desvirava
 
Coitadinho do girassol
Não conseguiu acompanhar o sol. 
 
Fonte: Assessoria de Comunicação/SEMECT

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Escola Municipal João Beze permalink
    29/03/2010 18:51

    Este trabalho foi muito gratificante, principalmente pelo entusiasmo da profª Cleide que contagiou não só os alunos do 5º ano A e B como a todos os funcionários da escola.Meu agradecimento pela presença e apoio da poetisa Marli Braga e às coordenadoras FAbiane e Arlene.

    Eugênia (coordenadora pedagógica)

  2. Escola Municipal João Beze permalink
    29/03/2010 18:49

    Este trabalho foi muito gratificante, principalmente pelo entusiasmo da profª Cleide que contagiou não só os alunos do 5º ano A e B como a todos os funcionários da escola.Meu agradecimento pela presença e apoio da poetisa Marli Braga e às coordenadoras FAbiane e Arlene.

    Eugênia (coordenadora pedagógica)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: