Skip to content

Educação faz balanço de 2010 e professora Virgínia pede mais empenho dos servidores

15/12/2010

Os servidores da Secretaria Municipal de Educação, que atuam no serviço administrativo da Pasta, foram reunidos pela secretária Virgínia Maria Pereira de Melo na manhã desta terça feira, dia 14, para um evento festivo encerrado após a avaliação do desempenho de cada departamento.

Precedida de um lauto café da manhã, a reunião aconteceu no Teatro Municipal, com as presenças dos servidores de todos os departamentos. Aberto com uma oração, o encontro oportunizou aos presentes tomarem conhecimento dos pontos positivos alcançados em 2010 e das pretensões para 2011.

A professora Virgínia discorreu sobre a sua política de trabalho em equipe. Após ler uma mensagem afim, ela lembrou que “o trabalho na Secretaria de Educação é de todos e somente com sintonia melhoraremos os resultados”. Ressaltou que a magnitude do trabalho da Secretaria de Educação é muito grande e isso, torna maior a responsabilidade de cada um. “Nossa obra é coletiva e conduzir a educação no município de Anápolis com qualidade é o nosso papel; temos que realizar nossa obra não dentro do possível, mas da melhor forma possível, nunca se contentando com o ‘possível’”, assevera.

Destaca a necessidade cada vez mais premente de se aperfeiçoar no planejamento, na organização do trabalho e na ação imediata para que os bons resultados se façam claros. Reafirmou que “a finalidade do poder é servir”. E da SEMED, em particular, é servir mais, muito mais, considerando o papel preponderante da Educação na vida individual de cada pessoa e na vida coletiva do município, do país.

A secretária Virgínia Melo fez um balanço geral da Secretaria Municipal de Educação e disse que “o saldo foi positivo”, mas para 2011, tem que ser melhor, com a Educação alcançando um patamar maior do que o atingido neste ano.Exaltou a pessoa da professora Stela Rosa, da área de Projetos, avaliada positivamente pelos colegas de serviço e pelos gestores como a servidora modelo em termos de atendimento ao público, dinâmica do trabalho e versatilidade. E destacou também o profissionalismo da professora Vagnar Gonçalves, que se afasta da Secretaria por força de licença prêmio seguida de aposentadoria, após três décadas de atuação junto à Educação Municipal.

Assessoria de Comunicação – SEMED

Projeto apresenta a nova reforma

07/12/2010

Através da parceria com a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação, o Sesi apresenta nesta terça feira, aos alunos dos Anos Finais (6° ao 9°) das Escolas Municipais Moacyr Romeu Costa, Rodolfo Mikel Ghannan, Cora Coralina, Inácio Sardinha de Lisboa e Jesus Duarte, o Projeto Na Ponta da Língua. Em três sessões, o projeto será exibido com o objetivo de, com muito humor e criatividade, decifrar as novas normas gramaticais, levando os estudantes a compreender melhor a reforma ortográfica da língua portuguesa.
O Projeto utiliza os recursos do teatro, cinema e cartilhas como elementos didáticos para transmitir a mensagem da nova ortografia aos alunos.
Entendendo o novo acordo ortográfico
As novas regras da língua portuguesa, fruto do novo acordo ortográfico, em vigor desde janeiro do ano passado, foram iniciadas por meio do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, há quase vinte anos, pelos países de língua portuguesa: Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, pelo Timor Leste. No Brasil, o Acordo foi aprovado por Decreto Legislativo em 1995. Na prática, somente em 2009 é que elas entraram em vigor. O Projeto “Na Ponta da Língua” surgiu com a proposta de desmistificar as alterações, ajudando no entendimento das novas regras. Lina Rosa Vieira é a idealizadora do projeto e roteirista dos filmes que serão exibidos.

Gestores recebem Guia de Orientações 2011

07/12/2010

A Secretária Municipal de Educação, professora Virgínia Melo, reuniu os diretores e coordenadores das escolas municipais para repassar-lhes as orientações para o ano letivo de 2011. Aberto com a apresentação do Coral da Escola Dayse Fanstone, o evento foi realizado nas dependências da Igreja Orvalho do Hermon, na Vila Santa Isabel. Na oportunidade, foi repassado aos gestores o CD com o novo Guia de Orientações 2011. A secretária de Educação, professora Virgínia Melo se dirigiu aos educadores dizendo acerca dos projetos da Prefeitura para a educação: contratará novos professores através de concurso público para suprir os déficits e ampliará algumas unidades, tudo sendo realizado dentro das prioridades segundo o orçamento para a Educação. Ela lembrou que além dos 25% previstos em lei, a Prefeitura aplicará mais recursos oriundos de outras fontes direcionadas à Educação. “Temos em mente manter a Educação
como prioridade desta administração”, reafirma.
Orientou os gestores e professores sobre a necessidade de viverem mais intensamente a vida da escola, chamando para si toda a responsabilidade com a educação dos milhares de crianças que freqüentam as escolas e Centros Municipais de Educação Infantil. “É necessário ter na mente que a alfabetização, assim como todo o processo educativo não depende de família estar presente na vida escolar do aluno; as famílias precisam fazer, mas como não fazem, nós temos que fazer e não podemos nos esconder atrás disso; temos que fazer nossa parte e o professor tem que acreditar que o trabalho dele vai fazer a diferença”, assevera a professora Virgínia.
Ela salienta que e 2011 a exigência da Secretaria é que “todos os alunos com oito anos saiam do segundo ano alfabetizados”, pontua.
Guia
A professora Virgínia Melo informou que o Guia de orientações disponibiliza todas as informações necessárias para o gestor e o professor nortearem o trabalho a ser desenvolvido no ano letivo de 2011. O guia contém informações pertinentes a todos os departamentos com datas de reuniões, datas de entrega de documentos, planilhas, projetos institucionais ou não, metas, os pressupostos teóricos, a proposta pedagógica da SEMED para a educação municipais, entre outras.

Gracinda: Navegando com a arte de Claude Monet

07/12/2010

As noções de arte e literatura são repassadas às crianças assistidas pelo município na mais tenra idade. “Para se inteirarem da importância da cultura e o que ela significa para a identidade de um povo”, argumenta a Secretaria de Educação/Departamento de Educação Infantil. No CMEI Gracinda Maria da Silva, as crianças tiveram a oportunidade de navegar “no mundo da arte com Claude Monet”. A exposição dos pequeninos foi muito criativa.
Orientados pelos professores, eles produziram trabalhos referentes à obra do artista francês Claude Monet, que nasceu em 1840 na França e se dedicou à arte, com suas obras versando sobre as paisagens da natureza. Trabalhava de forma harmônica as cores e luzes, criando imagens belas e fortes.
Os alunos aliaram a arte à literatura. Em sua exposição, mostraram também a doceira, poetisa e contista goiana Cora Coralina, pseudônimo de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, nascida na cidade de Goiás em 1889, que publicou seu primeiro livro aos 76 anos de idade e se tornou uma das principais escritoras brasileiras.
O trabalho das crianças e dos professores foi contemplado pelos próprios e pelos pais dos pequenos.

Gestores recebem Guia de Orientações 2011

07/12/2010

A Prefeitura de Anápolis através da Secretaria Municipal de Educação promove uma reunião com os diretores e coordenadores das escolas municipais para repassar-lhes o novo Guia de Orientações. A reunião está prevista para às 08 horas no salão da Escola Presbiteriana Orvalho do Hermon, no Bairro Santa Isabel. A secretária Virgínia Melo estará repassando o CD com a gravação do Guia de Orientações 2011 a todos os gestores das Escolas e dos Centros Municipais de Educação Infantil.

O documento irá nortear o trabalho a ser desenvolvido no ano letivo de 2011, e, dentre outras, conterá informações pertinentes a todos os departamentos com datas de reuniões, datas de entrega de documentos, planilhas.

Professores recebem orientações sobre o uso da voz

07/12/2010

Através da Secretaria da Saúde, via Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, a Prefeitura Municipal trouxe a Anápolis uma fonoaudióloga especialista em voz para ministrar palestra aos professores da rede municipal acerca do uso correto da voz.

 Realizado paralelamente ao III Simpósio em Saúde do Trabalhador, o I Simpósio em Saúde Vocal foi aberto pela coordenadora do Cerest, odontóloga Ana Cláudia Dezzen, e teve a apresentação do cantor Roberto Brenner, e reuniu mais de 300 profissionais docentes no auditório do SESI. Os professores  ouviram atentamente a exposição da fonoaudióloga e mestranda em Distúrbios da Comunicação Fabiana Zambron, que atua junto ao Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo.  Na palestra de abertura dos conclaves, ela abordou os temas “A voz do professor: fatores de risco – sintomas vocais mais comuns em professores”.

 As outras palestras versaram sobre “Mecanismo de Produção focal: diferença entre vozes adaptadas e alteradas”; “Hábitos que ajudam no bem estar vocal dos professores: mitos e realidades”; e “Particularidades da comunicação do professor de creche”, orientando sobre os recursos comunicativos que os professores poderão lançar mão para lidar com crianças pequenas e como contar histórias e ao desgastar a voz.

 A fonoaudióloga também ministrou exercícios de aquecimento e desaquecimento vocal. Explicou que as condições inadequadas de trabalho, uso excessivo da voz, excesso de trabalho, falta de informação sobre a voz e a o despreparo e falta de percepção vocal são fatores que contribuem para os prejuízos com a voz de profissionais que têm na voz sua principal ferramenta de trabalho, como é o caso dos professores. O uso de substâncias como cafeína, cigarro, álcool e outras drogas também são prejudiciais à voz, considera a fonoaudióloga.

Assessoria Pedagógica – SEMED

Programa Brasil alfabetizado ainda dispõe de vagas para alfabetização de adultos

10/11/2010

A Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Educação executa novas ações para combater o índice de analfabetismo, que “ainda é considerável em Anápolis, alcançando a casa dos 15.418 pessoas, muitas das quais ainda jovens, o que representa perto de 5% da população”, informa a professora Mara Lucy Dezzen, coordenadora do Programa Brasil Alfabetizado. A propósito, este Programa se constitui em mais um dos esforços do governo em combater o analfabetismo.

Este Programa Brasil Alfabetizado, articulado pela Administração Municipal em parceria com o governo federal através do Ministério da Educação, disponibiliza 315 vagas para Anápolis destinada a pessoas maiores de 16 anos que queiram dar continuidade aos seus estudos. Destas 315 vagas, muitas ainda não foram preenchidas e a Secretaria de Educação convida quem, por um motivo ou outro, não deu continuidade aos estudos.

Local de inscrição:

Os que quiserem aproveitar a oportunidade para voltar às salas de aula ainda poderão se inscrever, de 2ª a 5ª feira na sede da Secretaria de Educação, no 2° andar do prédio da Papelaria Tributária.

As aulas foram iniciadas ontem, dia 08 de novembro, mas ainda há tempo para se matricular, informa a coordenadora do Programa. A Secretaria disponibiliza 21 salas de aulas (em escola e igrejas) em vários bairros, para facilitar o acesso de todos quantos queiram estudar. A matrícula e o curso são totalmente isento de taxa e os alunos ainda recebem o material didático necessário.

Para se inscrever o aluno precisa apresentar documentos de Identidade e CPF e comprovante de endereço.

Duração do curso:

O curso de alfabetização terá oito (8) meses de duração, devendo se encerrar em julho de 2011. Ao término dos oito meses, os alunos concluintes estarão aptos à primeira fase do Ensino Fundamental (1° ao 5° anos), sendo encaminhados para a primeira etapa da EJA.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.